C A- A A+

  0800 703 4545Atendimento 24 horas

Revista Assefaz

Revista Assefaz

Leia nossa Revista e conheça nossas atividades.
Veja Mais
Centros de Lazer

Centros de Lazer

Conheça todos os nossos serviços
Veja Mais
Seguro de vida

Seguro de vida

Garanta tranquilidade e maior qualidade de vida a sua família
Veja Mais
Boleto bancário

Boleto bancário

Imprima a segunda via do seu boleto bancário
Veja Mais
Rede de vantagens

Rede de vantagens

Descontos em estabelecimentos conveniados
Veja Mais
Prestadores

Prestadores

Novas rotinas referentes à autorização de procedimentos
Veja Mais

Notícias

  • 23/03/2017

      A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões.Com o  surgimento da Aids e o aparecimento de focos de tuberculose resistente aos medicamentos agravou ainda mais esse cenário. Anualmente, são notificados cerca de 10 milhões de novos casos em todo o mundo, levando mais de um milhão de pessoas a óbito. No Brasil, a tuberculose é um sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença. A Estratégia Pelo Fim da Tuberculose, foi aprovada em 2014 na Assembléia Mundial de Saúde, e tem como objetivo o “fim da epidemia global da tuberculose”. As metas para cumprimento desse objetivo até o ano de 2035, são: reduzir o coeficiente de incidência para menos de 10 casos por 100 mil habitantes e reduzir o número de óbitos por tuberculose em 95%. Para alcançarmos esses objetivos são necessários empenho de gestores, de profissionais de saúde, da sociedade civil e de pesquisadores na elaboração de novas estratégias e tecnologias, além do reforço das já existentes e que apresentam bons resultados para o controle da tuberculose.  A apresentação da tuberculose na forma pulmonar, além de ser mais frequente, é também a mais relevante para a saúde pública, especialmente quando há eliminação dos bacilos pela via aérea, que é a principal forma de transmissão da doença. Na tuberculose pulmonar, o principal sintoma é a tosse (seca ou produtiva). Por isso, recomenda-se que pessoas com tosse por três semanas ou mais seja investigado para a tuberculose. Há outros sinais e sintomas, além da tosse que podem estar presentes, tais como febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento e cansaço/fadiga. A tuberculose pode manifestar-se sob diferentes apresentações clínicas, que podem estar relacionadas com o órgão acometido. Desta forma, outros sinais e sintomas, além da tosse prolongada, podem ocorrer e devem ser valorizados na investigação diagnóstica individualizada. Para o diagnóstico da tuberculose são utilizados os seguintes exames: baciloscopia, teste rápido molecular para tuberculose e cultura para micobactéria além da investigação complementar por exames de imagem. A tuberculose é uma doença curável, desde que sejam obedecidos os princípios básicos da terapia medicamentosa (associação medicamentosa adequada, doses corretas e uso por tempo suficiente) e que haja a adequada operacionalização do tratamento. Logo nas primeiras semanas de tratamento o paciente se sente melhor e, por isso, precisa ser orientado pelo profissional de saúde a realizar o tratamento até o final, independente da melhora dos sintomas. É importante lembrar que tratamento irregular pode complicar a doença e resultar no desenvolvimento de cepas resistentes aos fármacos.  A informação é a melhor forma de prevenção, em caso de dúvidas, entre em contato com o Assefaz Saúde pelo 0800 642 1202, atendimento 24h por dia para que você esteja seguro sempre que precisar. Fonte: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/oministerio/principal/secretarias/svs/tuberculose
    Leia mais
  • 20/03/2017

      Em 20 de março de 2017, a Fundação Assefaz firmou o convênio de patrocínio, na modalidade coletivo por adesão, com a Caixa Beneficente da Polícia Militar do Distrito Federal - CABE.  O período de incentivo é de 30 dias para adesões com isenção total de carências, em conformidade com as normas vigentes, e os produtos disponibilizados são os seguintes: Assefaz Diamante Apartamento;  Assefaz Rubi Apartamento;  Assefaz Safira Apartamento; e Assefaz Esmeralda Apartamento. Período de incentivo: De 20/03/2017 a 19/04/2017. Por meio do link, disponibiliza-se a tabela na qual constam os valores das mensalidades por produto e a de coparticipação do produto Assefaz Esmeralda Apartamento. 
    Leia mais
  • 20/03/2017

      Dia Mundial da Água Diante da importância da água para a nossa sobrevivência e da necessidade urgente de manter esse recurso disponível, surgiu o Dia Mundial da Água. Essa data, comemorada no dia 22 de março, foi criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e visa à ampliação da discussão sobre esse tema tão importante. Neste ano, o tema definido pela ONU é “Água Residual”, aquela resultante de algum processo. As águas residuais podem ser classificadas em cinco tipos, de acordo com a sua origem, a saber: • Águas residuais industriais: águas residuais provenientes de instalações utilizadas para todo o tipo de comércio ou indústria, resultantes de processos de fabricação; • Águas residuais por escorrência urbana: mistura de águas residuais domésticas com águas residuais industriais e/ou água de escoamento pluvial, além de chuvas e lavagem de pavimentos públicos; • Águas residuais de infiltração: águas residuais resultantes de infiltrações nos coletores de água nos terrenos; e • Águas residuais turísticas: águas residuais que apresentam características sazonais, com menor ou maior carga poluente provenientes de estabelecimentos hoteleiros ou complexos turísticos isolados. O intuito da ONU é dispertar a consientização para a reutilização de águas residuais para fins de atividades que não necessitem de água potável.   A água é um recurso natural renovável, mas ela é finita, o uso racional da água e sua preservação são fundamentais para garantir qualidade de vida para esta geração e para as futuras.  Faça uso consciente da água!
    Leia mais