C A- A A+

  0800 703 4545Atendimento 24 horas

Carências

 

Carências nos planos de saúde
Carência é o período de tempo previsto contratualmente, que se estende entre o início da vigência do contrato e a efetiva possibilidade de utilização dos serviços.
Conforme previsão legal, não há necessidade do cumprimento dos prazos de carência nas seguintes situações:
1) O recém-nascido, filho natural ou adotivo do contratante ou de seu dependente inscrito no mesmo plano, desde que a inscrição ocorra no prazo de até 30 dias do nascimento ou da adoção, ou ainda menor sob guarda provisória concedida em processo de adoção, até 30 dias após a concessão da guarda, que dever ser renovada anualmente.

2) O cônjuge do contratante, desde que sua inscrição ocorra no prazo de até 30 dias após o casamento.

3) O companheiro(a), comprovada a coabitação, no prazo de até 30 dias após emissão da Declaração de Coabitação, expedida por cartório.

4) O companheiro(a) de união homoafetiva, comprovada a coabitação, no prazo de até 30 dias após emissão da Declaração de Coabitação, expedida por cartório.

5) O servidor recém-empossado, desde que a inscrição ocorra no prazo de até 30 dias da data da posse.
 
Nas demais adesões, deverão ser observados os seguintes prazos de carência:
• 24 (vinte e quatro) horas para atendimentos de urgência e emergência;
• 30 (trinta) dias para consultas médicas e exames complementares básicos;

• 180 (cento e oitenta) dias para os demais procedimentos, bem como para internações clínicas ou cirúrgicas, exames e procedimentos especiais;

• 300 (trezentos) dias para partos a termo.
 
Carência odontológica:
• 24 (vinte e quatro) horas para atendimentos de urgência e emergência;
• 60 (sessenta) dias para assistência preventiva;

• 90 (noventa) dias para dentística restauradora e odontopediatria;

• 120 (cento e vinte) dias para Cirurgia Oral Menor;

• 180 (cento e oitenta) dias para endodontia, periodontia e próteses.